Notícias

Sindicato alerta para perigos da privatização da CEAL

19/06/2017
Publicado em Notícias | Comentar

Como é do conhecimento de todos/a, o governo federal já iniciou o processo de privatização de seis distribuidoras de energia do grupo Eletrobras, entre elas a CEAL  - Companhia Energética de Alagoas. No entanto, o Sindicato dos Urbanitários de Alagoas sempre foi, é e continuará sendo contrário a entrega do patrimônio público para a iniciativa privada, especialmente no que se refere a um setor estratégico como energia. Além disso, este processo vem acontecendo de forma obscura, sem transparência, sem abertura e sem diálogo com os/a trabalhadores/a e com a população.

O Sindicato tem alertado para a importância social exercida pela companhia, função esta que certamente não será assumida pela empresa que comprar a CEAL, pois com o controle do capital privado, certamente teremos aumento abusivo nas tarifas de energia elétrica. Os prejuízos com a privatização serão muitos, como queda na qualidade dos serviços, lucros estratosféricos para os donos privados, tarifas abusivas, forte terceirização e consequentemente aumento no número de acidentes fatais de trabalho.

Além de todas estas preocupações, a privatização traz incertezas para os/a trabalhadores/a das seis empresas, pois este projeto não faz referência aos/a funcionários/a das companhias, que poderão ser demitidos em massa. Além da CEAL, poderão ser privatizadas a Cepisa (Piauí), Eletroacre, Ceron (Rondônia), Boa Vista Energia (Roraima) e Amazonas Energia.

Para o sindicato, a privatização do serviço será extremamente prejudicial também para o desenvolvimento socioeconômico do Estado, principalmente para as cidades do interior. Ao privatizar as empresas distribuidoras, corre-se um sério risco de muitas famílias ficaram literalmente no escuro, pois não poderão pagar as caras tarifas, além da falta de investimentos, característica do setor privado, que só visa lucro, irá deteriorar ainda mais o sistema.

Preocupados com as consequências danosas desse processo de privatização, o Sindicato dos Urbanitários de Alagoas, juntamente com os sindicatos das outras cinco distribuidoras do sistema Eletrobras, já entraram com ações jurídicas, políticas e administrativas para tentar barrar este processo lesivo para toda a população.

Junte-se a nós neste processo de luta pois somente unidos e fortes é que poderemos obter vitória!

Os comentários estão encerrados.