NOTA DE REPÚDIO

NOTA DE REPÚDIO
CONTRA DEMISSÃO ILEGAL DE DIRIGENTE SINDICAL

O Sindicato dos Urbanitários de Alagoas repudia a grave arbitrariedade e ilegalidade cometida pela direção da CHESF em Pernambuco, que demitiu, no dia 12 de setembro, o dirigente do Sindicato dos Urbanitários de Pernambuco – Sindurb-PE, Gerson Francisco dos Santos Júnior, pela sua simples participação em um ato, no dia do aniversário da empresa, contra a sua privatização. Essa medida é uma clara violação à liberdade de atuação sindical, patrocinada pela direção da Companhia Hidrelétrica do São Francisco – CHESF.

Sem qualquer justificativa legal do presidente da empresa, Fábio Lopes, e do diretor de Gestão, Adriano Soares da Costa, a demissão é uma clara tentativa de intimidação aos trabalhadores/a e ao movimento sindical como um todo. Em pleno século XXI, é inadmissível essa postura autoritária e abusiva por parte da empresa. Não se pode aceitar uma medida completamente absurda e ilegal como essa.

Ilegal e autoritária, a demissão fere o artigo 543 da CLT, prevê estabilidade no emprego para os trabalhadores que ocupam cargos de representação sindical, desde o registro da candidatura até um ano após o mandato. É evidente a perseguição e intimidação contra aqueles que estão lutando contra esse governo ilegítimo de Michel Temer, que só sabe retirar direitos dos trabalhadores.

Os Urbanitários de Alagoas se solidarizam com o companheiro demitido e com seu sindicato, exigindo providências urgentes no sentido de reverter essa total agressão a todos os trabalhadores e sindicatos do país.

Este clima de perseguição que atinge os trabalhadores brasileiros precisa acabar. Trata-se de um perigoso caminho para nossa frágil democracia.

A DIRETORIA