Idealizadora do Brasil Sem Miséria deixará governo Dilma

Ana Fonseca, uma das principais idealizadoras do programa Brasil Sem Miséria, vai deixar o governo. A decisão deve ser oficializada no dia 16, mas já foi comunicada à sua equipe no Ministério do Desenvolvimento Social.

Pesquisadora da Unicamp, a secretária para Superação da Extrema Pobreza disse à Folha que sua permanência por um ano já havia sido acordada com a ministra Tereza Campello quando aceitou participar da concepção do plano, que promete erradicar a pobreza extrema até 2014.

Bolsa Família bate recorde de gastos em 2011

Segundo ela, não houve rusgas ou atritos em sua permanência no cargo. “Foi maravilhoso. Eu só tenho a agradecer pela oportunidade. É que mais que um ano seria excessivo.”

Relatos da cúpula do governo, no entanto, indicam que desentendimentos pontuais ao longo do ano passado entre Fonseca e Campello podem ter contribuído em sua decisão de deixar o ministério agora.

Estruturado em três eixos (transferência de renda, ampliação de serviços públicos e inclusão produtiva), o Brasil Sem Miséria objetiva tirar 16,2 milhões da pobreza extrema –segundo critério do governo, caracterizada por um ganho mensal individual de até R$ 70.

A coordenação do plano ficará com Tiago Falcão, 38, secretário Nacional de Renda de Cidadania. Ele é responsável pela administração do Bolsa Família, principal vitrine do governo Lula. Fonseca também atuou na criação do programa.

Fonte: Folha.com