Notícias

Trabalhadores da CEAL e CHESF paralisam por 48h contra privatização

25/07/2018
Publicado em Notícias | Comentar

Os/ trabalhadores/a da CEAL e CHESF Alagoas, paralisaram suas atividades nos dias 25 e 26/07/2018, contra a privatização das Distribuidoras e do Setor Elétrico Brasileiro. Os/a trabalhadores/a se concentraram na sede da Eletrobras a partir das 8h da manhã. Na CHESF a concentração foi em sua sede em Rio Largo. Durante a paralisação, foram mantidos apenas os serviços essenciais à população.

Cerca de 6.500 eletricitários das distribuidoras de energia dos estados de Alagoas, Acre, Amazonas, Piauí, Rondônia e Roraima paralisaram suas atividades, contra a privatização das empresas pretendida pelo governo ilegítimo e golpista de Michel Temer – MDB-SP, que marcou para o dia 26/07 o leilão da Companhia Energética do Piauí – Cepisa. Já a entrega das demais distribuidoras está prevista para ocorrer no próximo dia 30 de agosto, conforme divulgado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social – BNDES.

A ministra do Supremo Tribunal Federal – STF, Carmén Lúcia, negou liminar pedida pela Associação dos Empregados da Eletrobras – Aeel para suspender o leilão das seis distribuidoras estaduais de energia elétrica, todas subsidiárias da Eletrobras.

A Associação dos Empregados contestou a liminar proferida pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região – TRF2, desembargador André Fontes, que liberou o leilão, após uma decisão da primeira instância que barrou a venda das empresas.

Para a Aeel, a decisão do desembargador descumpriu uma liminar do ministro Ricardo Lewandowski, que proibiu o governo de vender, sem autorização do Legislativo, o controle acionário de empresas públicas de economia mista.

A luta é grande e é preciso manter a pressão, agora contra os senadores, para que não aprovem o projeto que privatiza as Distribuidoras. Para pressioná-los é preciso  enviar mensagens para seus e-mails, redes sociais – Twitter, Facebook, Instagram, além da possibilidade de telefonar para seus gabinetes.

Acesse aqui a lista de senadores e senadoras: https://goo.gl/mMzrdX


Os comentários estão encerrados.