ACT da CASAL é iniciado com denúncia sobre privatização

Os/s trabalhadores/a da CASAL realizaram uma assembleia no dia 25 de janeiro, dando início a discussão sobre as reivindicações para o Acordo Coletivo de Trabalho – ACT 2019/2021. A Assembleia ocorreu na sede do Sindicato, contando com a participação em massa da categoria, que lotou o auditório da entidade.

Além da discussão da pauta do ACT 2019/2021, a reunião contou com a apresentação dos principais pontos resultantes da decisão do governador Renan Filho de aderir ao “Modelo de Negócio” do BNDES, onde prevê que o Estado de Alagoas deixaria de ser o protagonista das políticas de saneamento, entregando-as ao capital privado, perdendo totalmente o controle do setor.

A categoria se mostrou apreensiva com o projeto, que na prática privatiza o serviço de saneamento do Estado, pois entrega a parte mais lucrativa do sistema à iniciativa privada, deixando para a CASAL o papel de coadjuvante no processo, transformando-se em mero escritório burocrático.

A assembleia contou com a participação de engenheiros e técnicos da CASAL, que reafirmaram a gravidade da aprovação deste projeto pelo governo do Estado.

O Sindicato está mobilizando a categoria para o enfrentamento deste grave momento.

Unidos/as somos mais fortes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *