EQUATORIAL se mantém insensível e demite trabalhadores/as em plena pandemia

O Sindicato dos Urbanitários de Alagoas vem mais uma vez protestar contra a insensibilidade da Equatorial Alagoas, que em meio a uma pandemia, que assola Alagoas, o Brasil e o Mundo, age de forma cruel e desumana, ao insistir em demitir seus/as os/as trabalhadores/as.

Essa prática se configura em assédio moral, pois o clima de terror instalado tem proporcionado situações de depressão e tensão permanente nos/as trabalhadores/as, que se vêem adoecidos pelo clima de medo do fantasma da demissão devido ao ambiente de trabalho nebuloso proporcionado pela Empresa.

Somente na última semana já foram demitidos sumariamente, cerca de 20 trabalhadores/as sem nenhum motivo que justifique tal ato.

A Equatorial Alagoas trata o/a trabalhador/a como objeto, que pode a qualquer momento ser descartado de forma cruel do seu local de trabalho, ignorando a situação de crise que o mundo se encontra, em especial Alagoas, com índices de desemprego recorde, prejudicando ainda mais a economia do Estado.

A empresa não se sensibiliza com a história de vida pessoal e profissional de cada trabalhador/a, que merecem respeito por parte desse grupo que chegou a Alagoas dizendo a todos que iria proporcionar desenvolvimento e bem estar ao povo de Alagoas, mas que, na verdade, só tem trazido terror, decepção e prejuízos a todos, com tarifas mais altas, queda na qualidade dos serviços e desemprego.

Como só visa lucro, a Equatorial Alagoas não se contenta com os lucros que tem obtido desde que assumiu a antiga CEAL, mas ainda assim, mantém demissões injustificadas e desnecessárias, por pura maldade e insensibilidade.

O Sindicato se mantém vigilante e unido em prol dos/as seus/as filiados/as.

Não iremos nos calar em momento algum diante de tanta crueldade para com o maior patrimônio de uma empresa, que são seus/as trabalhadores/as.

Vamos tomar as medidas legais cabíveis, buscando na justiça, reparar os graves ataques sofridos por todos/as que fazem esta empresa.

Maceió, 22 de julho de 2020

Diretoria do Sindicato dos Urbanitários de Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *