Deputado Paulão do PT entra com ação no STF contra privatização da água em Alagoas

Fruto da luta dos Urbanitários de Alagoas contra a privatização da água, o Partido dos Trabalhadores – PT, ingressou com a Ação Direta de Inconstitucionalidade – ADIN nº 80494/2020, protocolada no Supremo Tribunal Federal – STF, no dia 29 de setembro. A ação foi impetrada pelo diretório nacional do PT, assinada pela sua presidente Gleisi Hoffmann, através da intervenção do deputado federal Paulão – PT/AL. A ação pretende declarar inconstitucional a lei estadual que favorece a privatização da água dos alagoanos.

Os Urbanitários agradeceram ao deputado federal Paulão, que sempre esteve ao lado da luta dos/as trabalhadores/as, em especial dos Urbanitários de Alagoas, de onde o deputado é originário. “Destacamos a importância de elegermos parlamentares que sempre estão ao lado dos/as trabalhadores/as, na defesa dos interesses de classe, pois nas horas mais difíceis sabemos que podemos contar com sua grande contribuição”, diz Dafne Orion, presidente do Sindicato.

O deputado Paulão declarou que conversou com a presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann, para que o partido patrocinasse a ação, “uma vez que fui procurado pela direção do Sindicato dos Urbanitários que me fez um apelo neste sentido. Tenho compromissos com os trabalhadores e, portanto, não poderia virar as costas ao funcionários da CASAL, nem a direção do Sindicato”.

O deputado destacou ainda que a privatização da água no País é uma afronta contra os direitos dos cidadãos, principalmente dos mais humildes, pois, segundo ele, serão este que vão pagar a conta salgada do processo de privatização.

Disse o deputado que privatizar a água é atender a interesses de investidores de mercado, os quais não têm compromisso social com as necessidades básicas da população, “mas apenas com o lucro que visam a cada investimento que fazem”.

Paulão disse que o PT nacional espera que o STF reverta essa questão em Alagoas e garanta os empregos dos servidores da CASAL e o direito de cada pessoa ter acesso ao abastecimento de água e ao saneamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *