8 de julho de 2021

Meta da BRK de atingir 100% das residências com água encanada em 6 anos é irrisória

A empresa BRK, que assumiu o controle do sistema de distribuição de água e esgotamento sanitário da Região Metropolitana de Maceió no início de julho, está divulgando campanha publicitária, informando que irá atingir 100% das residências com água encanada em seis anos.

A verdade é que de acordo com os dados de 2017 do Sistema Nacional de Informações Sobre Saneamento – SNIS, 91,6% da população de Maceió já possui abastecimento de água potável em suas casas.

Este dado, atualizado para 2021 já chega a 95%, estando praticamente com o serviço universalizado.

Portanto, a meta da empresa é irrisória e é insignificante prometer atingir menos de 10% do que falta para a universalização do atendimento da Região Metropolitana em seis anos.

Além disso, as cidades de Marechal Deodoro, Barra de Santo Antônio e Atalaia, já possuem sistemas próprios, chamados de SAAE’s, com cerca de 100% de atendimento de água tratada cada uma.

Ao invés de divulgar metas irrisórias visando atingir um percentual de menos de 10% em seis anos, a BRK deveria informar para a população, suas metas para o esgotamento sanitário da região.

Em Maceió, apenas 35% dos 1,1 milhão de habitantes tem saneamento.

Ainda segundo o SNIS, 61,7% dos habitantes da região metropolitana de Maceió não contam com o serviço.

Estamos de olho, fiscalizando e cobrando da BRK o trabalho verdadeiro, que seja prestado conforme o contrato firmado, com preços de tarifa módicos, respeitando a tarifa social e prestando contas aos órgão de controle e à população na região atingida.

8 de julho de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *