5 de janeiro de 2022

Sindicato pede reunião para discutir realocação de trabalhadores/as da CASAL após privatização

Preocupados com a situação dos/as trabalhadores/as da CASAL após o processo de privatização da água em Alagoas, o Sindicato enviou mais um ofício para a empresa, solicitando reunião urgente, visando discutir sobre a realocação do pessoal que está lotado nas regionais do interior do Estado, que fazem parte dos blocos B e C, leiloados em dezembro de 2021.

Neste momento de transição é natural a preocupação e até angústia da categoria, que fica em situação de fragilidade em relação ao seu futuro na empresa, já que a mesma deixará de prestar alguns serviços, que serão transferidos para as empresas vencedoras do leilão.

No caso da privatização do Bloco A, ganho pela BRK, a CASAL, em reunião no dia 24 de novembro de 2020, firmou compromisso da formação de um comitê misto, formado por integrantes da empresa e do Sindicato, no sentido de que o processo de transição para a BRK fosse o menos traumático possível.

Neste mesmo sentido do que ocorreu no processo da BRK, o Sindicato espera que ocorra em relação aos municípios do Bloco B, que contempla 34 municípios, os quais estão localizados no sertão e parte do agreste alagoano e, do Bloco C, que contempla 27 municípios, localizados na região leste e a outra parte do agreste.

Assim como atuou no processo da BRK, o Sindicato buscará ter participação ativa na comissão, fiscalizando a execução da transferência dos serviços e a realocação de cada trabalhador/a, agindo em caso de qualquer tentativa de perda de direitos ou prejuízos que possam vir a ocorrer.

5 de janeiro de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *